Qual o tipo de azulejo indicado para cada cômodo da casa?

 Saiba qual o tipo de azulejo indicado para cada cômodo da casa

O azulejo nunca saiu de moda na arquitetura e mais recentemente na decoração. Ele é um material muito antigo e começou a ser utilizado por volta do século 15. Era possível vê-lo nas fachadas de palácios e templos das cidades. Dentro das casas, o banheiro e a cozinha eram endereços certos para ele. Como saber qual o tipo de azulejo indicado para cada cômodo da casa?

Hoje em dia, com criatividade, é possível utilizar azulejos artesanais, fora de linha ou produzidos em série com suas misturas e variedades de cores, desenhos ou texturas distintos em vários ambientes de uma casa.

Por ser impermeável, o azulejo é facilmente utilizado em banheiros, cozinhas, copas, lavabos e até em fachadas, mas também pode deixar outros cômodos customizados e personalizados, sejam estes internos ou externos. Na medida certa, o azulejo valoriza a decoração. Em excesso, provoca poluição visual e desarmonia no local.

A flexibilidade e praticidade do material permitem que ele fique bem até em painéis decorativos, cabeceiras de cama, áreas para churrasqueiras, tampos de mesas,  revestimento de paredes de quartos e assentos de bancos nas varandas, entre outros. A variedade de cores e desenhos dá personalidade aos ambientes e um toque de arte.

Profissionais do ramo costumam explicar que, por exemplo, no banheiro, um ambiente bastante úmido, as pinturas da parede descascam com certa frequência. Com a aplicação dos azulejos isso não acontece, por se tratar de um revestimento adequado contra a água e vapor.

O encontro dessas superfícies com a parede, ou melhor, com o teto ou o piso, podem também contar com elementos de decoração como listelos, faixas ou perfis.

A exclusividade também é uma característica que define o uso de azulejos nos projetos. São tantas composições que podem tornar uma iniciativa única, como o caso de uma obra de arte. Em grande quantidade, os azulejos podem ser utilizados como mosaico; como peças individuais eles dão identidade e charme à decoração do ambiente da casa ou apartamento.

Na atualidade, é possível até imprimir fotografias diretamente em um azulejo e também  pintar esse o revestimento.

Para ter azulejos em sua decoração, é preciso reforçar a necessidade de evitar acúmulo de sujeira, e, principalmente, a formação de limo. A remoção de resíduos pode ser feita com detergente clorado, que, ao mesmo tempo, dá brilho e limpa o rejunte.

Uma boa receita caseira para limpar azulejos mistura uma xícara e meia de vinagre branco, com uma xícara e um quarto de bicarbonato de sódio e mais uma xícara e meia de amônia. A mistura diluída em água deve ser passada em toda a área e agir por dez minutos. Depois é só lavar os azulejos com água e sabão.

O azulejo difere-se do ladrinho hidráulico porque ele é feito à base de terra e, como recebe uma camada vítrea em sua parte superior, ganha impermeabilidade. O ladrinho é feito a partir de corantes, cimento e água e é um material poroso. Outra característica distinta é que o ladrinho é mais grosso que a cerâmica, o que deve ser levado em conta no preparo do contrapiso, para não dar desnível entre um piso e outro.

 

By Saiba Como on 09/09/2012 · Posted in Vários

Be the first to post a comment.