Dieta da Proteína – Cardápio – Carboidratos – Atkins – USP

   

Dieta da Proteína

As dietas podem ter diversas finalidades, para quem tem problemas cardíacos ou de pressão alta, a recomendação é cuidar na quantidade do sal na alimentação, já os diabéticos devem diminuir os produtos com açúcar, frutose e o que mais provocar picos de insulina no organismo, existem pessoas que têm restrições alimentares, como os intolerantes à lactose ou os celíacos, e para todas estas particularidades é necessário uma avaliação médica adequada, portanto, para quem deseja começar uma dieta, restritiva ou não, a recomendação médica deve ser sempre tratada com a maior importância, principalmente se a dieta restringir ou priorizar algum grupo alimentar em específico, ou ainda mais se for prolongada além do que o organismo pode aguentar, portanto verifique com seu médico as particularidades da dieta que você deseja seguir.

Dieta da Proteína

A dieta da proteína, também chamada de Dieta dos Carboidratos (devido à restrição de consumo dos mesmos) começou com um cardiologista chamado Dr. Atkins, que, nos anos 90, desenvolveu uma dieta homônima baseada apenas em proteínas, que significa uma alteração drástica nos hábitos alimentares de seus pacientes, que precisavam perder peso rapidamente, por ser cardíacos, a dieta não poderia ser muito restritiva, então o Dr. Desenvolveu uma dieta em que seus pacientes ficassem à vontade com os tamanhos de suas porções, porém restringissem a quantidade de carboidratos a ser ingerida, baseando a dieta principalmente em proteínas, é impossível e nada saudável eliminar completamente a ingestão de carboidratos, porém, a dieta Atkins baseia-se no consumo de carboidratos que vêm de vegetais, e ainda assim a porção diária não pode passar de 20 gramas, e a dieta segue por 2 semanas neste passo restritivo, onde as massas de qualquer tipo e os carboidratos simples são completamente esquecidos por quem está fazendo esta dieta.

Dieta da USP

Depois do grande sucesso, muitas variações da dieta da proteína foram feitas, uma delas é a dieta da USP que é extremamente restritiva, com baixa caloria diária e não é recomendado segui-la por mais de 14 dias, e também não se deve fazer atividade física durante a duração da dieta, pois a pessoa pode correr o risco de desmaiar de exaustão, além de ter efeitos colaterais, como tonturas constantes, temores e fraqueza, palpitações e prostração, os especialistas discordam totalmente desta dieta e a própria USP já se manifestou dizendo que não é de sua autoria, esta dieta não só restringe o consumo de alimentos como também delimita as quantidades e horários em que devem ser consumidos, é uma dieta extremamente rígida, que promete menos 14 kg em 14 dias, porém especialistas afirmam que o peso perdido é basicamente de líquidos e massa magra, ou seja, músculos, por isso a maioria das mulheres que tentam esta dieta voltam ao peso anterior logo em seguida, além de ficarem flácidas.

dieta da proteina2

Nova Dieta da Proteína

A nova dieta das proteínas está chamando atenção da mídia pela recomendação de atrizes como Fernanda Paes Leme e Monique Evans, esta dieta foi feita para a restrição de carboidratos, assim como a dieta do Dr. Atkins, mas algumas alterações foram feitas, de acordo com pesquisas recentes, e também e acordo com os hábitos alimentares da mulher brasileira, facilitando assim a manutenção do peso após o término da dieta, que também é conhecida como dieta dos carboidratos, esta nova edição propõe uma reeducação alimentar enquanto trabalha com um cardápio de 1000 calorias apenas, para ter uma ideia a recomendação da OMS é de uma dieta de 2000 a 2500 calorias diárias.

A vantagem de seguir com esta nova versão da dieta da proteína é adicionar complementos ultra proteicos para acelerar os resultados, podem ser um pouco caros, mas duram bastante e vale a pena no final, existem relatos de mulheres que perderam 40 quilos em 6 meses, o que é um grande estímulo, para mudar de vida e de hábitos alimentares, porém exige dedicação e como é uma alteração drástica no organismo, quem seguir a dieta da proteína não poderá roubar, e acabar comendo massas, pães, e outros alimentos produzidos com farinha de nenhum tipo, somente farinha de linhaça, e gergelim.

dieta da proteina3

Para fazer a dieta basta ingerir os alimentos permitidos, que são as carnes magras, bovina, suína, ovina e até de javali se gostar, com esta dieta a inovação é essencial para não desanimar, as carnes brancas como de peixe também são permitidas, além dos frutos do mar, como carne de siri, lagosta, camarão, mexilhões, caranguejo, então aproveite e consuma os peixes da estação, podendo prepara-los da forma que desejar apenas cuidar com as frituras, as aves e os ovos são permitidos e indicados para serem consumidas as partes mais magras, os ovos podem ser de galinha, pata, codorna, ou que preferir quem for seguir a dieta deve se preocupar com o colesterol, então tentar encontrar no supermercado as versões mais magras dos alimentos, com menos conservantes e menos teor de sódio, que é o maior vilão da saúde.

A dieta pode ser complementada com queijos diversos, como cream cheese, cottage, queijo minas, de búfala, ricota, requeijão, queijo brie e provolone, na parte de frios o peito de peru defumado é uma das opções permitidas, além das versões de soja, e até o carpaccio é uma opção disponível, depois você pode adicionar na dieta as partes de verduras e legumes, compostas de diversas opções para complementar a dieta e manter as vitaminas em dia no organismo: Abobrinha verde, Acelga, Agrião, Alface, Aspargos, Azeite, Azeitona, Berinjela, Brócolis, Cebola, Cenoura, Chicória, Chuchu, Cogumelo, Couve, Couve-flor, Espinafre, Jiló; Limão, Nabo, Pepino, Pimenta, Pimentão, Quiabo, Rabanete, Repolho, Salada verde diversa, Salsa, Tomate, Vagem.

Dieta de Restrição de Carboidratos

Café, chá e água à vontade durante toda a duração da dieta, e após a 2 semana o consumo de frutas pode ser acrescentado à dieta, porém com bastante restrição pois a frutose contida nas frutas pode engordar bastante e acabar atrapalhando o andamento da dieta da proteína, tente reduzir o consumo de frutas a no máximo 20 gramas diárias, porém a indicação é escolher um dia na semana para consumir a sua fruta preferida.

Apenas para ilustrar como os cardápios desta nova dieta de proteína pode ser feita veja abaixo o cardápio formulado:

Cardápio da Dieta da Proteína

Café da manhã: Café e uma omelete.

Lanche: 1 shake de proteínas, com o whey protein.

Almoço: Legumes permitidos à cima à vontade, salada de folhas verdes, e filé de frango ou peixe.

Lanche: Queijo minas enrolado com peito de peru defumado. 1 pote de iogurte light.

Jantar: Salada verde, omelete com 3 claras e uma gema, temperado com cebolinha, salsinha e queijo, grelhado de carne bovina, frango ou peixe, limite as porções para até 3 unidades do grelhado.

Cardápio Dieta da Proteína

Resultados da Dieta da Proteína

Este rapaz perdeu 25kg com a Dieta de restrição de carboidratos. Foram 16kg em 2 meses e, logo após, mais 9kg em 4 meses. Totalizando os 25kg em 6 meses.

Resultados Dieta da Proteína - Antes e Depois

O segredo é dedicação e educação na hora de voltar a consumir carboidratos. Volte com moderação. Uma boa re-educação alimentar neste momento de retorno pode lhe ajudar a manter o peso. A prática de atividade física é fundamental pois ajuda a manter a mente sã e longe das tentações alimentícias. Boa sorte!

Gostou do post? Então cadastre-se e receba novidades!

Digite seu email:

Tem algo a dizer sobre isto? Então comenta!



Fatal error: Uncaught CurlException: 7: Failed to connect to 2a03:2880:2110:3f07:face:b00c:0:1: Network is unreachable thrown in /home/saibacom/public_html/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 996