Como fazer Saquê

   

Como fazer Saquê

O saquê é a bebida alcoólica fermentada feita de arroz produzida no Japão há 2.500 anos. Portanto, ela vem carregada de rituais e tradições que devem ser seguidos pelos japoneses, que bebem o saquê para comemorarem datas festivas,  encontros românticos ou para se livrarem da solidão. O saquê pode ser apreciado quente, morno ou gelado e deve ser servido em copos especiais, como os quadrados de madeira ou os pequenos copos de louças de laca.

como fazer saquê

Antigamente, o saquê era produzido de modo anti-higiênico, pois o arroz era mastigado para ser fermentado e então cuspido em tachos para que a bebida fosse produzida. Tal método era chamado de “Kuchikami no sake”, ou saquê mastigado na boca.

No entanto, lugares como a província de Hokkaido e algumas áreas rurais de Okinawa  encontraram um método de purificar a confecção do saquê: o arroz só poderia ser mastigado por jovens mulheres virgens, porque elas eram consideradas deusas na cultura japonesa. Essa técnica ficou conhecida como “bijinshu”, saquê de mulher bonita.

Tempos depois, o método de fermentação foi descoberto por acaso e o saquê passou a ser produzido sem a mastigação do arroz, mas sim com o uso de fungos específicos para transformar o amido em glicose e fermento.

O saquê era produzido artesanalmente até o século passado, quando o arroz era lavado e colocado em grandes tinas para ser cozido. Com essa fermentação, o arroz se transformava em uma pasta, que era ralada e misturada manualmente até resultar no produto final. Hoje, a bebida é feita industrialmente e a confecção caseira é proibida no Japão.

O saquê deve ser fabricado, de preferência, do outono à primavera, pois nessas estações é mais fácil controlar a temperatura. O arroz utilizado na sua produção é o de grãos grandes, com poucas proteínas e gorduras.

Se você quer saber como fazer o saquê, é preciso ter muita paciência. Primeiro, deve-se polir o arroz para que as suas camadas externas sejam removidas. Então, ele é cozido e a ele é acrescentado o “koji”, arroz fermentado com os fungos que produzem o álcool, e água potável.

Desse modo, uma mistura alcoólica é produzida e o “koji”, o arroz cozido e a água são acrescentados mais duas vezes ao grande barril. Depois, ela é filtrada e separada, deixada em descanso e filtrada. Por fim, ela é aquecida mais duas vezes para que as bactérias sejam eliminadas e então, o saquê está pronto para ser engarrafado.

O saquê tem se tornado cada vez mais famoso no ocidente, principalmente com a disseminação de restaurantes japoneses. Aqui, ele é bebido puro ou misturado a outras bebidas, formando deliciosos coquetéis. No entanto, cuidado ao tomar o saquê, pois o seu gosto é suave, porém, o seu teor alcoólico é alto.

Gostou do post? Então cadastre-se e receba novidades!

Digite seu email:

Tem algo a dizer sobre isto? Então comenta!


WP Like Button Plugin by Free WordPress Templates